Papa: mulher deve poder conjugar trabalho e família

AP2719306_ArticoloRealiza-se em Roma, nos dias 4 e 5 de dezembro, o Seminário internacional “Mulheres e trabalho”, promovido pelo Pontifício Conselho para os Leigos.

Para a abertura do evento, o Papa Francisco enviou um telegrama para fazer votos de que o Seminário contribua para afirmar o papel insubstituível da mulher na família e na educação dos filhos, assim como a contribuição essencial das trabalhadoras à edificação de estruturas econômicas e políticas ricas de humanidade.

No texto, assinado pelo Secretário de Estado, Cardeal Pietro Parolin, o Pontífice espera ainda que o Seminário identifique sugestões concretas e modelos positivos para harmonizar compromissos profissionais e exigências familiares.

Ao reunir especialistas no tema de vários países, o evento se propõe a indagar sobre causas e consequências da dicotomia que existe atualmente entre exigências familiares e organização do trabalho. A finalidade é também analisar e considerar soluções para que as mulheres não tenham que optar somente pelo trabalho ou por uma vida familiar, e possam conjugar os dois aspectos.

Serão consideradas propostas para uma real valorização do trabalho feminino, que superem as discriminações de que ainda são vítimas, como a penalização da maternidade ou a desigualdade nos salários.

Com este Seminário, o Pontifício Conselho para os Leigos deseja celebrar também os 20 anos da publicação da Carta às mulheres, de São João Paulo II.

Por Rádio Vaticano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*