Bispos novos: jovens, nordestinos na maioria, enviados para o Brasil

O quadro dos quinze novos bispos brasileiros nomeados desde a última assembleia geral, em 2017, tem caraterísticas interessantes quanto a idade, a região de origem e a particularidade das dioceses para quais foram enviados pelo Papa Francisco. Nesta quinta-feira, 12 de abril, eles formaram a primeira parte da procissão de entrada da missa presidida pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello e concelebrada por todos os bispos que participam da 56ª assembleia da CNBB, em Aparecida (SP).

Idade

Do grupo todo, apenas três não completaram cinquenta anos: Dom  Vitor Agnaldo de Menezes (1968), Dom Juarez Delorto Secco (1970) e Dom Francisco Cota de Oliveira (1969). Os outros todos são cinquentões: os padres Limacêdo Antônio da Silva (1960) e padre Eduardo Malaspina (1967), nomeados, mas ainda não foram ordenados e Dom Jailton de Oliveira Lino (1965), Dom Paulo Celso Dias do Nascimento (1963), Dom  Vitor Agnaldo de Menezes (1968), Dom Aldemiro Sena dos Santos (1964), Dom José Altevir da Silva (1962), Dom Antônio de Assis Ribeiro (1966), Dom Francisco de Assis Gabriel dos Santos (1968), Dom Amilton Manoel da Silva (1963), Dom André Vital Félix da Silva (1965), Dom Jacy Diniz Rocha (1958) e Dom Luiz Antônio Lopes Ricci (1964).

Origem

Quanto à terra natal, o quadro dos novos bispos tem o seguinte registro bem diversificado: três baianos (Dom Jailton, Dom Vitor e dom Aldemiro); três paulistas (P. Malaspina, Dom Amilton e dom Luiz Antônio); dois pernambucanos (Dom André e P. Limacedo). E ainda: um sergipano (Dom Paulo Celso), um amazonense (Dom Altevir), um paraense ( Dom Antonio de Assis), um paraibano (Dom Francisco de Assis) e um espírit0-santense (Dom Juarez).

Missão episcopal

Quanto aos locais par aonde foram enviados para trabalhar, o quadro dos novos bispos se encontram do seguinte modo: seis para o Nordeste brasileiro (P. Limacedo, Dom Jailton, Dom Vitor, Dom Aldemiro, Dom Francisco de Assis e Dom André); três para o Sudeste (P. Malaspina, Dom Paulo Celso e dom Juarez); dois para a região Norte (Dom Altevir e Dom Antonio de Assis); dois para o Sul (Dom Francisco Cota e Dom Amilton) e um para a região Centro-Oeste (Dom Jacy).

Foto: CNBB

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*