Seminário Propedêutico retorna para Niterói

Seminário Propedêutico da Arquidiocese de Niterói retorna a Niterói, depois de 6 anos de atividades em Tanguá. Em 2019, foram recebidos 10 novos candidatos ao sacerdócio, para uma caminhada, aproximadamente, de 9 anos de estudos e formação, rumo ao sacerdócio ministerial. Em primeira mão, Padre Pedro Paulo Neves fala sobre a importância dessa fase na vida dos seminaristas, e do retorno ao espaço anexo ao Seminário Maior.

O Reitor do Seminário Propedêutico de Niterói, Padre Pedro Paulo Neves, fala sobre as características desse tempo de formação: “Esse é um período inicial, e tem uma importância diferenciada no processo formativo, uma vez que é nesse momento, que os candidatos ao sacerdócio recebem os primeiros ensinamentos, acerca daquilo que a Igreja exige e espera do Padre. O período precisa ser vivido com muita seriedade, tanto por parte dos formadores, quanto pelos formandos. O objetivo é proporcionar aos candidatos, elementos e matéria suficientes, para que eles se aproximem, cada vez mais, da semelhança com Jesus. Por isso, todas as atividades formativas, tendem a levar os rapazes a perceber a importância da vida comunitária, a aceitar os seus limites e os do outro, a perceber a riqueza que existe no irmão que Deus colocou ao seu lado”.

O Propedêutico é o início da caminhada

Por se tratar do início da caminhada vocacional, é comum que o seminarista do propedêutico se depare com muitos questionamentos, uma vez que, após o ingresso, ele passa a conviver com outros jovens numa mesma casa, com horários definidos para cada atividade (acordar, rezar, almoçar, estudar…), e  além disso, a vida comunitária se torna uma realidade muito significativa neste período. A presença do “outro” é uma constante em todos os momentos, e nem sempre é fácil conviver.

O retorno para Niterói

Atualmente, o Propedêutico está retornando a Niterói, mais próximo da vida acadêmica e da grande comunidade formadora do Seminário Maior. Padre Pedro comenta a importância desse retorno: “A nossa antiga casa fica no Fonseca, no mesmo espaço geográfico do Seminário Maior. Nela, contamos com uma programação específica para este período de formação. Todas as atividades são realizadas no próprio Seminário, sem necessidade de deslocamento, e dessa forma, o tempo é mais bem aproveitado. Os professores, assim como os diretores espirituais e demais padres, para o atendimento espiritual dos seminaristas, se deslocam até Niterói, para auxiliá-los nas diversas atividades. Por mais que a nossa nova casa esteja no mesmo espaço territorial da casa do Seminário Maior, temos uma programação específica, que mantém a distinção entre as etapas formativas. Isto é um fator importante, na adaptação e na formação da personalidade de cada seminarista, uma vez que ele precisa criar sua própria experiência de vida comunitária e espiritual, além de estreitar ainda mais os laços de amizade com a turma em que ele está inserido, e com o formador”.

As atividades do dia-a-dia

A vida de oração, com a reza do Ofício, a Missa diária, a direção espiritual, a oração do terço e meditação são algumas das atividades que os seminaristas realizam durante sua jornada diária. Além das aulas — uma espécie de pré-vestibular — são oferecidas atividades diversas, como: Educação Física, Lazer, filmes, passeios culturais, visita às famílias e também uma relação com a comunidade arquidiocesana, através do tradicional chá, uma vez ao mês.

Como fazer para ingressar no Seminário?

Para ingressar no Propedêutico, o rapaz precisa participar dos encontros vocacionais no Seminário de Niterói, que acontecem sempre no primeiro domingo de cada mês; ter concluído o ensino fundamental ou estar concluindo, no ano de ingresso; ser aprovado pela equipe de formação, após o ano de discernimento no vocacional.

Como colaborar com o Seminário São José de Niterói

O sacerdote fala da importância da ajuda espiritual e material para com as vocações: “Peço que continuem rezando pelo aumento das vocações em nossa Arquidiocese, e em todo o mundo, e de modo particular peço orações pelo seminário do propedêutico e por mim, para que o Espírito Santo continue a nos conduzir e a nos capacitar nesta tarefa tão bela e tão exigente. Aqueles que desejarem ajudar o Seminário podem entrar em contato, pelo telefone 021 2717-1855, para maiores informações sobre ajuda material”.

Texto e foto: padre Ricardo Mota

O post Seminário Propedêutico retorna para Niterói apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*