Corpus Christi na Arquidiocese de Niterói leva multidão às ruas

São Gonçalo

Celebração Corpus Christi 2019 em São Gonçalo.

Logo pela manhã do dia 20 junho, uma multidão de fiéis se reuniu em torno do altar montado em frente à Matriz de São Gonçalo do Amarante, no centro da cidade de São Gonçalo. A festa da Eucaristia reuniu no município, segundo autoridades, aproximadamente 50 mil pessoas.

Neste ano, os 250 tapetes foram confeccionados na noite do dia 19 e madrugada do dia 20 de junho, com muita fé, alegria e amor. Segundo a equipe de organização, foram utilizados aproximadamente 60 toneladas de sal, 200 sacos de serragem, vários tubos de xadrez.

Este tapete artístico é considerado o maior da América Latina, devido a sua extensão. Dom José Francisco, Arcebispo Metropolitano de Niterói, celebrou a Santa Missa, que foi concelebrada pelos padres do Vicariatos São Gonçalo e Alcântara; destacamos os Vigários Episcopais do Vicariato São Gonçalo, o Padre André Luiz Bastos, e do Vicariato Alcântara, Padre Wellington Dahan dos Santos.

O Arcebispo de Niterói lembrou que “a festa de Corpus Christi é a festa do amor e da beleza de Deus, que quis ficar presente no mistério do pão e do vinho, consagrados como alimento para nos revelar o seu grande amor e nos sustentar na caminhada da vida. Por isso, hoje, é dia de gratidão a Jesus e de adoração, no mistério da Eucaristia, reconhecendo toda a grandeza de seu amor por nós.

Neste ano, devido a problemas com o carro andor, o Arcebispo de Niterói, Dom José Francisco, caminhou 1,5 km a pé, e no final, deu a bênção aos fiéis presentes e aos que acompanhavam pela Rádio Anunciadora. O Arcebispo percorreu tapetes que retratavam: “Sínodo da Amazônia”, “Nova Catedral São João Batista”, “Fraternidade e Políticas Públicas”, “Família”, “Obras de Misericórdia”, entre outros.

Desde 2005, os tapetes artísticos desse município se tornaram Patrimônio Público Cultural e Religioso do município. Este foi o 25º ano em que os tapetes foram confeccionados pelas paróquias dos Vicariatos São Gonçalo e Alcântara. Além das paróquias, também participaram da confecção dos tapetes diversas instituições.

Niterói

Em Niterói, aproximadamente os 100 tapetes, começaram a ser confeccionados na manhã do dia 20 de junho, ao longo da Avenida Amaral Peixoto, cobrindo 550 dos 1000 metros de extensão da via.

No fim da tarde, a celebração de Corpus Christi, no município de Niterói, reuniu milhares de fiéis, na Avenida Amaral Peixoto, no Centro da cidade, para participar da Santa Missa, que aconteceu em frente à Câmara Municipal. A Celebração Eucarística foi presidida por Dom Luiz Antônio, Bispo Auxiliar de Niterói.

Na Santa Missa concelebraram o Vigário Geral, Padre Carmine, padres e diáconos permanentes do Vicariato Niterói. Ao final da celebração, com o Santíssimo exposto, Dom Luiz Antônio rezou por todos os fiéis presentes e os que acompanhavam pelas Redes Sociais da Arquidiocese. Seguiu-se a procissão, que foi até o final da Avenida Amaral Peixoto, onde o Bispo Auxiliar abençoou a todos com o Santíssimo Sacramento.

Ainda no munícipio de Niterói, a confecção dos tapetes do Vicariato Oceânico deu-se em dois lugares diferentes: na Praça do Descobrimento, em Piratininga, onde as paróquias de São José de Piratininga, São Sebastião de Itaipu, São João Batista de La Salle e Nossa Senhora de Fátima participaram da confecção dos tapetes, e à tarde o Vigário Episcopal da região Oceânica, Padre Luiz Cássio Moreira, presidiu uma Santa Celebração.

Maricá

Em Maricá, a confecção dos tapetes aconteceu na Avenida Nossa Senhora do Amparo, no Centro do município de Maricá. Participaram da confecção as paróquias de Nossa Senhora do Amparo (Centro – Maricá), Nossa Senhora de Fátima (Itaipuaçu-Maricá), São José (São José de Imbassaí – Maricá) e Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus e da Santa Face (Rio do Ouro – São Gonçalo), logo pela manhã.

À tarde, na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro da cidade foi rezada a Santa Missa sob a presidência do Arcebispo de Niterói, Dom José Francisco. O Arcebispo destacou, em sua homilia: “Vamos viver o sonho de Deus! Deus está aqui como alimento partilhado! Hoje há muitos que realmente não têm nada. Uma criança pele e osso, com o ventre inchado da fome. O olhar de uma mãe, vazio, impotente. O sofrimento se encarna neles, sem que eles próprios tenham consciência disso. É quase sua condição natural! Peçamos ao Senhor a graça de participar e de ser Eucaristia para os nossos irmãos”.

Após a Missa Campal, na Praça Orlando de Barros, houve a procissão de Corpus Chirsti, em que o ostensório, com a Sagrada Eucaristia, percorreu os tapetes artísticos ao longo da Avenida Nossa Senhora do Amparo, no Centro do município.  No final, o show católico, com o cantor Dunga.

Niterói (Piratininga)

As paróquias de São José de Piratininga, São Sebastião de Itaipu, São João Batista de La Salle e Nossa Senhora de Fátima, do Vicariato Oceânico, se reuniram na Praça do Descobrimento, em Piratininga (atrás do Boliche de Piratininga), para  a confecção dos tapetes, na parte da manhã. Após o almoço, seguiu-se um louvor.

Na parte da tarde,  a recitação do Terço da Divina Misericórdia seguida da  Santa Missa, presidida pelo Vigário Episcopal da Região Oceânica, Padre Luiz Cássio,  e a procissão.

Arraial do Cabo

No município de Arraial, a confecção do tapete artístico com, aproximadamente, 1 quilômetro e 300 metros, teve início na Matriz do Sagrado Coração de Jesus, estendendo-se até a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios. Segundo a organização, os tapetes foram confeccionados de TNT e, como acontece nos anos anteriores, nas laterais das artes são colocados alimentos não perecíveis, para distribuição dos assistidos da paróquia, e assim também, evitar que os tapetes voem com o vento.

Neste ano, foram confeccionados aproximadamente, 100 tapetes, feitos em conjunto pelas pastorais da paróquia e também por alunos da rede pública de ensino de Arraial. No final da tarde, a Santa Missa foi celebrada pelo Padre Alex, seguindo-se a procissão, pelos tapetes e em frente à Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, onde aconteceu a bênção aos presentes.

Cabo Frio  

Paroquianos, turistas e tantos outros tiveram a oportunidade de, mais uma vez, participar da solenidade de Corpus Christi. Após a confecção dos tapetes, por crianças, jovens, adultos e idosos que fizeram verdadeiras obras de arte, com materiais como sal, tecidos e serragens.

A Missa, na Praça Porto Rocha, foi presidida pelo Padre Marcelo que, em sua homilia, nos fez recordar os textos de São Tomás de Aquino, escritos em 1264, e escolheu todas as leituras desta Liturgia. A sequência de Corpus Christi, cantada pela equipe de canto, emocionou a todos. Centenas de pessoas cantaram um dos trechos dos versos de São Tomás – “Eis o pão que os anjos comem transformado em pão do homem; só os filhos o consomem: não será lançado aos cães!”

Após a Missa, o Santíssimo Sacramento foi conduzido em procissão, pelo Padre Marcos, sobre os tapetes feitos pelas famílias cabofrienses. A bênção ocorreu na Matriz Auxiliar, que ficou lotada com todos louvando e adorando Aquele que nos deu a salvação.

Nas redes sociais, paroquianos expressaram sua gratidão pelos trabalhos. – “Nossa Igreja viveu um momento único de resgate da paz e tranquilidade de uma tradição, tão linda e valiosa para a nossa fé, memória e cultura” – diz Adriana Gregório.

Padre Marcelo agradeceu o apoio da ACIA, OAB, Prefeitura Municipal, Guarda Municipal, PM 25º Batalhão, Conselho Tutelar, e ao senhor Sérgio Caldas, delegado da 126ª DP. Os festejos de Corpus Christi continuaram até o domingo, dia 24 de junho.

Itaboraí

A confecção dos tapetes na Avenida 22 de Maio, no Centro de Itaboraí, foi logo pela manhã. Participaram as paróquias de Nossa Senhora da Conceição (Porto das Caixas), Nossa Senhora de Fátima (Manilha), São João Batista (Centro) e São Pedro Apóstolo (Venda das Pedras). A programação foi ampla; ao meio-dia houve a Oração do Angelus e às três da tarde, o terço da Misericórdia.

No fim da tarde, o Vigário Episcopal, Padre Max, presidiu a Santa Missa e os padres do vicariato concelebraram. Após a procissão, a Bênção com o Santíssimo Sacramento. Padre Leonardo Gonçalves, vigário paroquial da Paróquia São João Batista, disse: “Acredito que essa solenidade de Corpus Christi significa a unidade da qual o mundo precisa. A igreja promove essa atividade para nos unir em amor, compaixão, carinho e paz. Estávamos todos reunidos pedindo a Deus por isso, não apenas para o nosso município”.

Tanguá

No município de Tanguá, a Paróquia Nossa Senhora do Amparo realizou a tradicional confecção dos tapetes de sal logo pela manhã, na rua lateral e no pátio da igreja matriz. Os fiéis das diversas pastorais acordaram bem cedo, para montar as obras de arte, onde no entardecer Jesus Eucarístico passou.

Após a procissão, que teve início na hora da Misericórdia, às três da tarde, os fiéis seguiram em procissão, da Casa das Irmãs, percorrendo as ruas da cidade até a Matriz, onde se deu a Adoração ao Santíssimo, seguida pela celebração da Santa Missa, com os padres Benny e José.

 

Por João Dias / Íngrid Bianchini / Fernanda Sodré
Texto Cabo Frio: Maria Lucia Menezes
Texto Tanguá: Silvio Junior
Fotos São Gonçalo: Alex Ramos
Arraial do Cabo: Arquivo Paroquial
Maricá: Victor José

Niterói: Beth Iane
Itaboraí: Thiago Maia
Tanguá: Pascom Tanguá
Cabo Frio: Reprodução do site
Piratininga: Mara

O post Corpus Christi na Arquidiocese de Niterói leva multidão às ruas apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*