Paróquia histórica de São João Batista em Itaboraí será restaurada

Foto: Daniela Reis

A paróquia São João Batista, no centro de Itaboraí, completou 324 anos no último dia 18 de janeiro.  No dia 23 de janeiro pela manhã, o padre Rafael Costa presidiu a Santa Celebração e a seguir, houve o lançamento do projeto executivo de restauro da igreja.

Na ocasião, o senhor Manoel Vieira, superintendente do IPHAN-RJ e o senhor Deivid Antunes, historiador e Subsecretário Municipal de Cultura e Turismo, explicaram como se desenvolverá o projeto de restauração.

Segundo, Margarete Borba, “estiveram presentes nessa celebração o Prefeito de Itaboraí, Dr. Sadinoel Souza, o Secretário Municipal de Governo e Chefe de Gabinete, Jorge Antônio Silva, o Secretário de Educação e Cultura, Osório de Sousa, o Controlador Geral do município, Joaquim Gama;,o Consultor Geral do município, Sílvio Pinho e Mônica da Costa, e a superintendente substituta e assessora de Patrimônio Imaterial do Iphan-RJ.”, informou a agente da PASCOM.

Foto: Margarete Borba

A primeira etapa da recuperação de um monumento simbólico para o município de Itaboraí se iniciou neste mês de janeiro. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) está investindo aproximadamente R$448 mil para desenvolver o Projeto Executivo de restauração, conservação e complementares da Igreja Matriz de São João Batista. Tal documento estabelece os parâmetros que vão orientar as obras necessárias.

Tombada pelo Iphan em 1970, a origem deste monumento remonta há mais de trezentos anos.  No século XVII, a Igreja Católica criou uma série capelas – denominadas curatos – com o intuito de pregar para portugueses, brasileiros e africanos que habitavam o país.

Segundo tradição oral, uma capela de pau-a-pique foi construída na praça onde atualmente se localiza a Igreja Matriz de São João. Posteriormente, ato régio da coroa portuguesa elevou o chamado “curato de Itaborahy” à classe de paróquia. Para tanto, um novo templo começou a ser erguido no final do século XVII.

Interiormente, quem cativa o olhar são bens móveis integrados, como peças originais do século XVIII, castiçais, pratarias e o retábulo do altar-mor.Sucessivas intervenções, ao longo dos séculos posteriores, aproximaram o monumento do aspecto que apresenta hoje. Trata-se de construção com grossos muros, solidamente edificada de pedra e cal.

Foto: Margarete Borba

O imóvel conserva características oitocentistas, como dispor de apenas uma porta de entrada. Na fachada, destacam-se duas janelas e uma torre única. Interiormente, quem cativa o olhar são bens móveis integrados, como peças originais do século XVIII, castiçais, pratarias e o retábulo do altar-mor.

Em 2018, o Instituto contratou serviços de escoramento e recuperação estrutural do imóvel. A medida evitou o agravamento das condições de conservação da Igreja, além de garantir a segurança do público.

Em 2020, a elaboração do projeto de restauração consolida mais um passo do processo de valorização do bem a fim de que continue a compor a paisagem do município por muitos anos.

 

 

 

Por João Dias/Daniela Reis*
Com informações de Margarete Borba e do IPHAN-RJ

*Daniela Reis é da Assessoria de Imprensa Superintendência IPHAN-RJ

 

O post Paróquia histórica de São João Batista em Itaboraí será restaurada apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*