Atualidades

Comunidade Maranathá inaugura casa no Vicariato Lagos

A Paróquia São João Batista, de São Pedro da Aldeia, convida toda  a comunidade católica para inauguração da nova casa da comunidade Católica Maranathá. A Santa Missa será presidida pelo Bispo Auxiliar Dom Luiz Antonio, às 11:00 horas, neste sábado, 11 de janeiro. A comunidade, que tem a sua Sede no Engenho de Dentro, RJ, chega à Arquidiocese de Niterói e terá sua casa de missão localizada na Estrada do Alecrim, 76, São Pedro da Aldeia. Outras informações, acessem www.maranathario.com. Por Íngrid Bianchini Arte: divulgação

O post Comunidade Maranathá inaugura casa no Vicariato Lagos apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

10 de janeiro é dia de festa em honra ao Beato Gonçalo do Amarante

As festas do Beato São Gonçalo são uma comemoração portuguesa, celebrada desde o século XVI. No Brasil, a  tradição chegou no século XVIII e é  festejada todo  dia 10 de janeiro, data da morte do Eclesiástico português, que na devoção popular é considerado “santo”. No município de São Gonçalo, uma das mais tradicionais festividades da Igreja Matriz é esta festa, a do Padroeiro da cidade, o Beato Gonçalo do Amarante. Neste ano, ela acontece nos dias 10, 11 e 12 de janeiro. A programação é extensa, com Celebrações Eucarísticas, procissão e festejos externos, com a presença da Comunidade Católica Divina Luz,  Banda Zero Hora e  Sheila Sá, que encerra os festejos com um show de MPB.  O Vigário Episcopal, Pe. André  Luis, conta parte do trabalho realizado na Matriz  da cidade: “Estamos sempre no esforço de promover uma valorização da história da cidade e trazer junto a obra de restauro  da Igreja. Valorizando também a cultura, com  a presença da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, UERJ, desenvolvendo eventos de formação e pesquisa, apresentações de corais. É um esforço contínuo na condução da paróquia.” Ele também está na expectativa para a divulgação de graças que a comunidade alcançou neste ano de 2020. Por Íngrind Bianchini Arte: divulgação

O post 10 de janeiro é dia de festa em honra ao Beato Gonçalo do Amarante apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

A graça do Pai se oferece como amor sem condições, diz Dom José

O Arcebispo de Niterói, Dom José Francisco, presidiu a celebração do dia 31 de dezembro de 2019, véspera do Ano Novo, na Catedral de São João Batista. Em comunhão com toda a Igreja e com as pessoas de boa vontade, a Arquidiocese de Niterói celebra o 53º Dia Mundial da Paz, na Solenidade de Maria, Mãe de Deus. Em sua homilia,  Dom José disse: “Ano novo. Tudo novo. E de novo. De novo, necessariamente, não significa repetição, mas criatividade, inventividade, renovação. Tudo o que se encerra, começa de novo: encontros, travessias, provas e provações, aliados e inimigos, aproximações e distanciamentos, lutas e ressurreições. Nossas histórias ficam cada vez mais vivas toda vez que percebemos isso. Adquirimos uma confiança que se traduz em sabedoria e uma sabedoria se traduz em confiança. É com essa confiança-sabedoria que desejamos iniciar o Novo Ano, com a certeza da proteção carinhosa da Mãe de Deus”. Na homilia o Arcebispo cita a mensagem enviada pelo Papa Francisco: “Perdão e reconciliação são praticamente sinônimos da palavra paz. Esse conceito de paz organiza a nossa percepção ecológica. Precisamos de uma conversão ecológica – diz o Papa. Devemos enxergar o mundo como o presente de Natal de Deus para todos. Isso reclama consciência e gratidão. O dom da criação reflete a beleza e a sabedoria do Criador. Entender a criação como fruto de uma evolução não significa que não houve um Criador: Ele não só esteve, Ele está presente na criação, Ele não só criou, Ele cria. Conviver uns com os outros, em suas diversidades, desenvolver o bem comum da família humana é continuar a obra do Criador no tempo presente. É de alguma minúscula forma, também se tornar criador.”. Dom José Francisco recordou ainda, que a “graça do Pai se oferece como amor sem condições. O perdão de Cristo é o caminho que nos coloca a caminho para oferecê-lo aos homens e mulheres do nosso tempo. Dia após dia, o Espírito Santo nos sugere atitudes e palavras que nos tornarão artesãos da paz.”, enfatizou o Bispo. “Maria, Mãe do Príncipe da paz, Mãe de todos os povos da terra, e Mãe da sua casa e de nossas casas, nos acompanhará e apoiará em toda possível reconciliação. Até naquela que parecer impossível. Pois, ela guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração. Desejo a todos que 2020 nos chegue em paz. E que, na retrospectiva de 2020, ninguém tenha perdido a bússola da paz, a única capaz de orientar os corações. Feliz Ano Novo! Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, rogai por nós!”, concluiu Dom José Francisco. Veja a íntegra da celebração:  Por João Dias Imagens: Adigar José/Íngrid Bianchini Fotos: Íngrid Bianchini

O post A graça do Pai se oferece como amor sem condições, diz Dom José apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus na Arquidiocese

Na terça-feira, 31 de dezembro, a partir das 20h, a Catedral de São João Batista, no Centro de Niterói, recebe o Arcebispo de Niterói, Dom José Francisco, para a Celebração da Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus. A Rádio Anunciadora e a Rede ArqNIt transmitirão a cerimônia, a partir das 20h. Iniciamos o ano civil com a Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus (Theotókos). Esta comemoração ocorre dentro das festividades de Natal, na sua oitava (oito dias depois da Natividade, primeiro dia do ano novo), para relembrarmos o nascimento de Jesus, o Filho de Deus. De acordo com a tradição católica, é a primeira Festa Mariana da Igreja Ocidental, e começou a ser celebrada em Rom, no século VI, possivelmente junto com a dedicação do templo, no dia 1º de janeiro, à “Santa Maria Antiga” no Foro Romano, uma das primeiras igrejas marianas de Roma. Desta forma, esta Festa Mariana encontra seu marco litúrgico no Natal, ao mesmo tempo em que todos os católicos começam o ano novo pedindo a proteção da Santíssima Virgem Maria. A Maternidade Divina é um dogma solenemente proclamado pelo Concílio de Éfeso (431 d.C.) e tempos depois, proclamado por outros Concílios universais, o de Calcedônia e os de Constantinopla. Refere-se à Virgem Maria como a verdadeira Mãe de Deus (“Theotokos”), ou seja, Maria é Mãe de Jesus – O Verbo Divino, em suas duas naturezas (humana e divina). Nesse contexto, cabe ressaltar que Maria ocupa um lugar único e privilegiado em nossa história. Após o seu “fiat”, na anunciação pelo anjo Gabriel, recebe de DEUS Pai, pela força do Espírito Santo, Aquele que é o princípio meio e fim de toda a humanidade. No que se refere à economia da salvação, a Virgem Maria contribui para nos tornarmos filhos de DEUS, conforme a Carta encíclica Redemptoris Mater: “A MÃE DO REDENTOR tem um lugar bem preciso no plano da salvação, porque, “ao chegar a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Filho, nascido duma mulher, nascido sob a Lei, a fim de resgatar os que estavam sujeitos à Lei e para que nós recebêssemos a adoção de filhos. E porque vós sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: “Abbá! Pai!”” (Gál 4, 4-6).” De acordo com o Concílio Vaticano II: “Desde os tempos mais remotos, a Bem-Aventurada Virgem é honrada com o título de Mãe de Deus, a cujo amparo os fiéis acodem com suas súplicas em todos os seus perigos e necessidades”. (Constituição Dogmática Lumen Gentium, 66). Por João Dias Texto explicativo: A12 Arte: Thiago Maia

O post Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus na Arquidiocese apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Mensagem do Arcebispo Metropolitano de Niterói para o Ano de 2020

O Setor de Comunicação da Arquidiocese de Niterói, divulgou hoje, dia 30 de dezembro,  a mensagem do Arcebispo Metropolitano de Niterói, aos fiéis da Arquidiocese. Em aproximadamente 7 minutos de áudio,  o Arcebispo cita a mensagem do Papa Francisco, para o Dia Mundial da Paz. Neste ano, a Mensagem do Santo Padre para o Dia Mundial da Paz tem como tema: “A paz como caminho de esperança: diálogo, reconciliação e conversão ecológica”. Dom José Francisco faz uma reflexão sobre os dois eventos principais, citados pelo Papa na carta: o Sínodo dos Bispos para a Amazônia, que aconteceu em outubro, e a visita do Papa Francisco ao Japão, em novembro.   Ouça a íntegra da mensagem:

O post Mensagem do Arcebispo Metropolitano de Niterói para o Ano de 2020 apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Programações de Ano Novo nas paróquias da Arquidiocese

O Setor de Comunicação da Arquidiocese de Niterói, em uma apuração inédita, publica com exclusividade os horários das Missas de Ano Novo em todas as paróquias da Arquidiocese. Confira: VICARIATO RURAL Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Porto das Caixas – Itaboraí 31/12 – 9h/11h/19h 01/01 – 9h/11h Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Manilha – Itaboraí 31/12 – 19h30 01/01 – 9h30 Paróquia São João Batista – Centro – Itaboraí 31/12 – 19h 01/01 – 8h/19h Paróquia São Pedro Apóstolo – Venda das Pedras – Itaboraí 31/12 – 20h 01/01 – ainda não definida Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Boa Esperança – Rio Bonito 31/12 – 20h 01/01 – 10h Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Centro – Rio Bonito 31/12 – 19h (Matriz auxiliar) 01/01 – 10h (Matriz auxiliar) Paróquia São João Batista – Praça Cruzeiro – Rio Bonito 31/12 – 19h 01/01 – 10h Paróquia Nossa Senhora da Lapa – Centro – Silva Jardim 31/12 – 19h30 01/01 – 19h Paróquia Nossa Senhora do Amparo – Centro – Tanguá 31/12 – 19h 01/01 – 19h VICARIATO OCEÂNICO Paróquia São José – Piratininga – Niterói 31/12 – 21h30 01/01 – 10h/20h Paróquia São José – São José de Imbassaí – Maricá 31/12 – 19h 01/01 – não definida Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Itaipuaçu – Maricá 31/12 – 22h 01/01 – 9h Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Pendotiba – Niterói 31/12 – 19h30 01/01 – 8h/19h30 Paróquia São Sebastião – Itaipú – Niterói 31/12 – 19h 01/01 – 9h30/19h Paróquia São Sebastião e Nossa Senhora de Fátima – Tribobó – SG 31/12 – 19h30 01/01 – 7h30 Paróquia Nossa Senhora do Amparo – Centro – Maricá 31/12 – 19h 01/01 – 8h/19h Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus e da Santa Face – Rio do Ouro 31/12 – 20h 01/01 – 9h Quase Paróquia São João Batista de La Salle – Itaipu – Niterói 31/12 – 20h 01/01 – 9h30 VICARIATO ALCÂNTARA Paróquia Santíssima Trindade – Trindade – SG 31/12 – 20h 01/01 – 18h Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – Laranja – SG 31/12 – 19h 01/01 – 19h Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Pacheco – SG 31/12 – 19h 01/01 – 9h Paróquia Nossa Senhora da Conceição e Santa Isabel – SG 31/12 – 19h 01/01 – 19h Paróquia Santo Antônio – Amendoeira – SG 31/12 – 19h30 01/01 – 10h30/19h30 Paróquia São José Operário – Jardim Catarina – SG 31/12 – 20h 01/01 – nas capelas Paróquia São Pedro de Alcântara – Alcântara – SG 31/12 – 18h 01/01 – 18h Paróquia Santa Catarina Labouré – Jardim Catarina – SG 31/12 – 19h30 01/01 – 10h Paróquia São Francisco de Assis – Apollo II – Itaboraí 31/12 – 19h 01/01 – 10h/19h Paróquia Sagrado Coração de Jesus – Mutondo – SG 31/12 – 19h30 01/01 – 10h Quase-Paróquia Santa Luzia – Santa Luzia – SG 31/12 – 19h30 01/01 –  nas capelas VICARIATO LAGOS Paróquia São Jorge – Praia Seca – Araruama 31/12 – 19h30 – Dom Diamantino 01/01 – 8h30 – Dom Diamantino Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Bananeiras – Araruama 31/12 – 19h 01/01 – 19h Paróquia São Sebastião – Centro – Araruama 31/12 – 19h 01/01 – 10h/19h Paróquia São Vicente de Paulo – São Vicente – Araruama 31/12 – 19h 01/01 – 9h/19h Paróquia Sant’Ana e Santa Rita de Cássia – Manguinhos – Búzios Até o fechamento da matéria não obtivemos informações Paróquia Sagrado Coração de Jesus – Arraial do Cabo 31/12 – 19h 01/01 – 19h Paróquia Nossa Senhora da Assunção – Centro – Cabo Frio 31/12 – 20h 01/01 – 10h/18h/20h Paróquia Nossa Senhora da Esperança – Jardim Esperança – Cabo Frio 31/12 – 19h30 01/01 – 9h/19h Paróquia Nossa Senhora de Fátima e São Pedro e São Paulo – Unamar 31/12 – 20h 01/01 – 9h/18h Paróquia São Cristóvão – São Cristóvão – Cabo Frio Até o fechamento da matéria não obtivemos informações Paróquia São Pedro e São Paulo – Aquárius – Cabo Frio 31/12 – 19h30 01/01 – 10h/18h Paróquia Imaculada Conceição – Centro – Iguaba Grande 31/12 – 20h 01/01 – 10h/18h Paróquia São João Batista – São joão – São Pedro da Aldeia 31/12 – 19h30 01/01 – 9h/19h Paróquia São Pedro – Centro – São Pedro da Aldeia 31/12 – 19h 01/01 – 8h/19h Paróquia Nossa Senhora de Nazaré – Centro – Saquarema 31/12 – 20h 01/01 – 11h Paróquia Santo Antônio – Centro – Bacaxá 31/12 – 20h 01/01 – 8h/10h/20h VICARIATO SÃO GONÇALO Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Galo Branco – SG 31/12 – 20h 01/01 – 9h Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Patronato – SG 31/12 – 20h 01/01 – 8h30 Paróquia Nossa Senhora das Graças – Porto Velho – SG 31/12 – 19h30 01/01 – 19h30 Paróquia Nossa Senhora das Neves – Neves – SG 24/12 – 20h 25/12 – 9h 31/12 – 20h 01/01 – 9h Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Barro Vermelho – SG 31/12 – 19h 01/01 – 18h Paróquia Nossa Senhora do Amparo – Bairro Antonina – SG 31/12 – 20h 01/01 – 18h Paróquia de Sant’Ana – Itaúna – São Gonçalo 31/12 – 20h 01/01 – 9h Paróquia Santo Antônio – Covanca – São Gonçalo 31/12 – 20h 01/01 – 8h30 Paróquia São Gonçalo do Amarante – Centro – São Gonçalo 31/12 – 19h30 01/01 – 8h/11h/19h30 Paróquia Nossa Sra. do Perpétuo Socorro e São José Operário – Gradim 31/12 – 19h 01/01 – 19h Paróquia Nossa Senhora do Pilar – Boaçu – SG 31/12 – 19h 01/01 – 10h Paróquia Sagrado Coração de Jesus – Mutuá – SG 31/12 – 19h 01/01 – 10h Paróquia São José – Estrela do Norte – Sâo Gonçalo 31/12 – 20h 01/01 – 18h Paróquia São Judas Tadeu – Rocha – São Gonçalo 31/12 – 20h 01/01 – 8h/19h Quase-Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Eng. Pequeno – SG 31/12 – 20h 01/01 – 10h Paróquia de Nossa Senhora da Conceição – Porto Novo […]

O post Programações de Ano Novo nas paróquias da Arquidiocese apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

“Estamos cingidos com o avental do serviço, com a mão na massa”

A Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) está com nova composição desde o mês de junho, quando foram escolhidos os dois membros e assessores que estarão ao lado do presidente, dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG). Neste novo quadriênio, de acordo com dom Mol, a principal tarefa que se apresenta é “fazer da comunicação algo estratégico” e para isso, “estamos cingidos com o avental do serviço, com a mão na massa”, afirmou. Ao lado do bispo auxiliar de Belo Horizonte como membros da comissão, estão dom Edilson Soares Nobre, bispo de Oeiras (PI), e dom Neri José Tondello, bispo de Juína (MT). Os assessores são o padre Tiago José Sibula da Silva, de Santo André, e Manuela de Oliveira Castro, de Brasília (DF). Ao comentar o trabalho da Comissão neste segundo semestre de 2019, dom Joaquim Mol resgatou algumas motivações que devem orientar a comunicação na Igreja: “comunicar é aproximar pessoas do Evangelho e o Evangelho das pessoas”. Ainda sobre a principal tarefa da comissão, dom Mol fala que fazer da comunicação algo estratégico é considera-la algo muito mais do que uma ferramenta, “ela passa a ser um caminho para chegar lá”. E neste caminho de trabalho, os membros e assessores já realizaram um planejamento projetando ações para o quadriênio, até o primeiro semestre de 2023. “São muitos e diversificados os componentes comunicacionais com os quais trabalhamos e podemos contar. Em primeiro lugar, a Assessoria de Comunicação da CNBB, era apenas uma assessoria de imprensa, agora uma assessoria de comunicação; os bispos referenciais da comunicação em cada um dos regionais da CNBB; as TVs de inspiração católica e cerca de 400 rádios; também o setor de impressos e de internet, todos reunidos na Signis. Além disso, os milhares e milhares de agentes de Pastoral da Comunicação, da Pascom, que estão espalhados Brasil afora. Também os artistas, os pesquisadores da Comunicação, os operadores e influencers na internet, jornalistas, relações públicas, comunicólogos. Tudo e todos em andamento, pelos caminhos do Senhor, a serviço do Reino de Deus e da Igreja no Brasil”. Desde o início do mandato, dom Mol esteve presente em algumas articulações importantes, como o 11º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), realizado em julho. Na ocasião, dom Mol falou na abertura do evento, incentivando a busca pela participação pública da Igreja no campo da comunicação, facilitadora da democracia e da responsabilidade social. Em agosto, houve reunião com a presidência da Signis Brasil e da Rede Católica de Rádio (RCR) com o objetivo de avaliar e reforçar a integração entre as entidades nos próximos anos. No mês de novembro foi promovida a reunião entre a Presidência da CNBB, a Comissão para a Comunicação e os dirigentes das TVs de inspiração católica. Na mesma semana, dom Mol e padre Tiago participaram da III Assembleia Geral da Signis Brasil, em São Paulo.

O post “Estamos cingidos com o avental do serviço, com a mão na massa” apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

CNBB e Cáritas: resultados da Campanha SOS África

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Cáritas Brasileira, um dos organismos de promoção e atuação social da Igreja Católica, apresenta os resultados do valor arrecadado e das iniciativas apoiadas na primeira e segunda etapa da Campanha SOS África cujo objetivo foi prestar ajuda humanitária à população atingida, em março deste ano,  pelo ciclone Idai em Moçambique, Zimbábue e Malaui. A primeira etapa da campanha, desencadeada em março deste ano, arrecadou R$ 1.210.270,00 e a segunda etapa, em agosto, R$ 405.670,01. Nas duas etapas foi arrecadado o valor total de R$ 1.615.940,01. A mobilização da CNBB e da Cáritas Brasileira envolveu padres, bispos e leigos em igrejas e arquidioceses espalhadas pelo país. Ajuda humanitária – Fase 1 A primeira etapa buscou atender emergencialmente a população afetada pelo ciclone responsável pela morte de centenas de pessoas. As ações resultaram na arrecadação de 1,2 milhão em ajuda humanitária, recursos que salvaram vidas e ofereceram meios para que os desabrigados pudessem sobreviver na situação de emergência. 700 mil pessoas de um contingente de 130 mil famílias receberam itens como água, alimentos, roupas, medicamentos e produtos de higiene. A Cáritas prestou socorro, ainda, a 5.500 mulheres grávidas e lactantes, bem como outras 550 com doenças crônicas. Reconstrução – Fase 2 Passada a fase emergencial, o próximo desafio era expandir a mobilização para toda a sociedade Brasileira, com o intuito de se arrecadarem novas doações para a fase de reconstrução – não apenas material, mas de vidas. Para tanto, foi feito um esforço de comunicação em redes sociais da internet e outras mídias. A campanha, realizada nos meses de julho, agosto e setembro de 2019 e chamada de “SOS África – A corrente do bem continua” arrecadou um total de R$405.670,01 que foram destinados a iniciativas que permitiram às pessoas atingidas retomar suas rotinas e sobreviver por conta própria. Foram distribuídos kits alimentares a aproximadamente 8 mil famílias africanas, no chamado tempo de escassez. Na época em que os ciclones devastaram os países, os agricultores se preparavam para a colheita dos cereais. As plantações devastadas impediram as famílias de garantir alimento para si e para venda. Sementes e kits de ferramentas foram entregues pela Cáritas a aproximadamente 10 mil famílias. Além disso, técnicos agrícolas foram contratados para assessorar os desabrigados. Noções de plantio sustentável dão a garantia de que os alimentos sejam produzidos sem uso de agrotóxicos, respeitando o meio ambiente. A campanha SOS África reforça outras ações sustentáveis, como a criação de sistemas de irrigação para o plantio de legumes e verduras e a realização de feiras para a comercialização, o intercâmbio e a troca de experiências entre os camponeses. Capacitações e formações com os guardiões de sementes dão oportunidade às famílias camponesas de conservar sua produção e potencializar a autonomia na área de segurança alimentar. Nesta etapa, a destinação de recursos voltou-se para garantir a segurança alimentar; meios de vida sustentáveis; água, saneamento e higiene; construção de abrigos; construção de casas; redução de riscos de desastres; e proteção e integração das famílias. Entenda a tragédia  Em 14 e 15 de março, a população de Moçambique foi atingida pelo ciclone Idai. Cerca de um mês depois, o Instituto Nacional de Calamidades contabilizava mais de 600 mortos, enquanto estimativas não oficiais calculavam mais de mil vítimas fatais, principalmente após a passagem de um segundo ciclone, o Kenneth, pelas regiões central e norte. Vale ressaltar que, por volta do dia 5 de março, ou seja, antes dos dois desastres naturais, os locais já se encontravam em situação de emergência, tendo fortes chuvas causado enchentes nos rios locais. A passagem dos ciclones também agravou a situação com os cortes no fornecimento de energia elétrica, e, portanto, na comunicação em grande escala, e com os bloqueios nas estradas, devido aos deslizamentos de terra. Nas áreas afetadas pelos ciclones Idai e Kenneth em Moçambique, a taxa nacional de pobreza estimada está entre 64% e 79% “Como não tínhamos nada, tudo o que recebemos foi muito relevante. Recebemos os kits de ferramentas para trabalhar e os kits de cozinha. Cada um deles foi realmente importante, mas o que nos falta é a casa. Agora que tenho as ferramentas para a agricultura e as sementes, posso começar a construir a minha vida e pensar no futuro dos meus filhos e da minha família. O futuro em que estou pensando inclui escolarização para meus filhos e uma casa para minha família. Eu adoraria ver meus filhos poderem ficar na escola. Continuarei a trabalhar com as ferramentas que me foram dadas para poder alimentar a minha família e garantir que o seu futuro seja brilhante. Fico feliz quando posso trabalhar, fazer as minhas atividades normais e cuidar da minha família. O milho que veem crescer no campo foi plantado em abril com sementes que recebi das distribuições da Cáritas.” Alexandre Uate, agricultor moçambicano apoiado pela Cáritas “A solidariedade é sempre muito valiosa aos olhos de Deus. Socorrer o povo africano, especialmente de Moçambique, Zimbábue e Malaui é o mesmo que socorrer um irmão muito próximo que foi ferido e teve sua vida devastada pelas forças da natureza. A distância que nos separa é apenas física, por que nosso sentimento de irmandade e solidariedade é afetivo, é sincero e é presente. Como pede o Papa Francisco na mensagem pelo Dia Mundial dos Pobres desse ano, lembrando a exortação apostólica Evangelii gaudium «A opção pelos últimos, por aqueles que a sociedade descarta e lança fora» (ibid., 195), “é uma escolha prioritária que os discípulos de Cristo são chamados a abraçar para não trair a credibilidade da Igreja e dar uma esperança concreta a tantos indefesos”. A esperança é inerente à vida dos mais empobrecidos e por isso eles confiam que o Senhor não os abandonará. O gesto de solidariedade do povo brasileiro, das comunidades, paróquias e dioceses da nossa Igreja alimenta a esperança de que é possível uma sociedade mais humana, mais solidária e mais generosa com os que mais necessitam, os escolhidos por Deus. A arrecadação feita nas duas fases […]

O post CNBB e Cáritas: resultados da Campanha SOS África apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Missa em Ação de Graças pelos formandos de 2019 do Colégio Salesiano

Na Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora, em Santa Rosa, no último dia 10, os alunos das turmas da terceira série do Ensino Médio do Colégio Salesiano se reuniram, para a Missa em ação de graças dos formandos 2019. A celebração foi presidida pelo Diretor Geral, Padre Márcio Marçal, e concelebrada pelos Padres Denis Dutra e Pedro José da Trindade. Em sua homilia, Padre Márcio pediu aos jovens para que sejam “Sal da terra e  luz do mundo” (Mateus 5, 13-14),  não esquecendo os valores Salesianos e contribuindo, com suas atitudes, para uma sociedade mais justa. Após a missa, familiares, amigos e educadores dirigiram-se ao ginásio do Colégio para acompanhar a solenidade de formatura. A noite foi marcada por muitas homenagens, e depoimentos cheios de emoção. Canudos estendidos, capelos jogados para o alto, e no coração a certeza de que: “Uma vez Salesiano, sempre Salesiano.” Por Íngrid Bianchini Informações de Mariana Rosa

O post Missa em Ação de Graças pelos formandos de 2019 do Colégio Salesiano apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »