Atualidades

CNBB emite nota sobre o desrespeito à fé cristã

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota na tarde desta quinta-feira, 12 de dezembro, na qual critica a postura de artistas que, em nome da liberdade de expressão, vilipendiam símbolos sagrados da fé cristã. “Ridicularizar a crença de um grupo, seja ele qual for, além de constituir ilícito previsto na legislação penal, significa desrespeitar todas as pessoas, ferindo a busca por uma sociedade efetivamente democrática, que valoriza todos os seus cidadãos”, diz o texto. Confira abaixo a íntegra do documento. No áudio abaixo, a nota é lida pelo arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo. Nota oficial da CNBB sobre o desrespeito à fé cristã Examinai tudo e ficai com o que é bom! (1 Ts 5,21) A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) repudia recentes fatos que, em nome da liberdade de expressão e da criatividade artística, agridem profundamente a fé cristã. Ridicularizar a crença de um grupo, seja ele qual for, além de constituir ilícito previsto na legislação penal, significa desrespeitar todas as pessoas, ferindo a busca por uma sociedade efetivamente democrática, que valoriza todos os seus cidadãos. A Igreja nunca deixou de promover a arte e a liberdade de expressão. Por isso, a CNBB reitera que toda produção artística respeite “os sentimentos de um povo ou de grupos que vivem valores, muitas vezes, revestidos de uma sacralidade inviolável”. Quando há desrespeito em produções midiáticas, os meios de comunicação tornam-se violentos, verdadeiras armas que contribuem para ridicularizar e matar os valores mais profundos de um povo. Vivemos em uma sociedade pluralista. Nem todos têm as mesmas crenças. Devemos, no entanto, como exigência ética e democrática, respeitar todas as pessoas. Nada permite a quem quer que seja o direito de vilipendiar crenças, atingindo vidas. O direito à liberdade de expressão não anula o respeito às pessoas e aos seus valores. Neste tempo de Advento, somos convocados a permanecer firmes na fé, constantes na esperança e assíduos na caridade. Não podemos nos deixar conduzir por atitudes de quem, utilizando a inteligência recebida de Deus, agride esse mesmo Deus. Um dia, haveremos de prestar contas de todos os nossos atos. Diante, pois, dessas agressões, respeitando a autonomia de cada pessoa a reagir conforme sua consciência, a CNBB clama a todos os cidadãos brasileiros a se unirem por um país com mais justiça, paz, respeito e fraternidade. Brasília-DF, 12 de dezembro de 2019 Festa de Nossa Senhora de Guadalupe Dom Walmor Oliveira de Azevedo Arcebispo de Belo Horizonte – MG Presidente da CNBB Dom Jaime Spengler Arcebispo de Porto Alegre – RS 1º Vice-Presidente da CNBB Dom Mário Antônio da Silva Bispo de Roraima – RR 2º Vice-Presidente da CNBB Dom Joel Portella Amado Bispo Auxiliar de S. Sebastião do Rio de Janeiro – RJ Secretário-Geral da CNBB Ouça: Íntegra da CNBB

O post CNBB emite nota sobre o desrespeito à fé cristã apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Campanha Nacional de Evangelização 2019 é nesse domingo

Dom José Francisco, Arcebispo de Niterói e presidente do Regional Leste 1 – CNBB, convida os fiéis do Estado do Rio de Janeiro a participarem com fé e espírito solidário da Campanha Nacional de Evangelização, realizada pela Igreja Católica no Brasil neste 3º Domingo do Advento. Com o objetivo de motivar os fiéis a participarem efetivamente da missão da Igreja por meio do testemunho de vida, de ações pastorais específicas e da garantia de recursos para a ação pastoral, a Campanha para a Evangelização completa 21 anos em 2019. Aprovada pela 35ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em 1997, ela foi realizada pela primeira vez no advento de 1998. Uma das grandes motivações para a sua realização é a conscientização sobre a importância do compromisso evangelizador que deve ser assumido por cada cristão e o despertar para a corresponsabilidade pelo sustento das atividades pastorais da Igreja Católica no Brasil. Assim, a Campanha para a Evangelização procura responder também a esta necessidade. Afinal de contas, apesar de sermos a maior nação católica do mundo, a evangelização no Brasil ainda depende de contribuições das Igrejas da América do Norte e da Europa. Por que fazemos esta Campanha? Para despertar, no tempo do Advento, a consciência de que o Menino Deus, sol nascente que nos veio visitar (Lc 1,78), e que permitiu-se ser cuidado na fragilidade de uma criança, também nos convida a cuidar uns dos outros. É preciso cuidar do anúncio da Palavra; cuidar dos pobres e cuidar da comunidade. A participação consciente de cada um, sinal de comunhão missionária, nos coloca em atitude de doação de tudo aquilo que somos e temos em favor da Igreja e da sua ação pastoral. É consequência do “Sentir com a Igreja”. O grande gesto concreto da campanha é a realização de uma coleta que tem como objetivo angariar recursos para que a Igreja no Brasil tenha condições de continuar evangelizando, contribuindo para a superação de uma mentalidade individualista ao mesmo tempo em que promove a partilha de recursos voltada para o bem comum. Assim, a Campanha proporciona a vivência de uma fé madura, testemunhada em atitudes e ações coerentes de conversão pessoal permanente e de transformação social segundo as exigências evangélicas garantindo que a Igreja Católica no Brasil tenha recursos para realizar a missão evangelizadora como a promoção de diversas iniciativas de formação, além de contribuir com a manutenção da CNBB nacional e também o financiamento de diversas iniciativas pastorais promovidas nas dioceses e nos 18 regionais da CNBB. A coleta da Campanha para a Evangelização é distribuída da seguinte maneira: 45% dos recursos ficam na própria Diocese; 20% vão para o Regional da CNBB e 35% se destinam à CNBB nacional. Verdadeiramente esta coleta se apresenta como o amor que se organiza para servir ao anúncio do evangelho. Uma ajuda motivada pelo amor que vem de Deus. “É Ele quem cuida de nós.” (1Pd 5,7); É Ele quem nos convoca a cuidar uns dos outros. (Mt 25,40). Daí a importância de que a atividade caritativa da Igreja se mantenha e promova a dignidade das pessoas. Neste ano somos convidados a refletir como o natal de Jesus inspira nosso compromisso como Igreja que cuida. O próprio Senhor nos adverte: “Em verdade, vos digo: todas as vezes que fizestes isso a um destes pequeninos que são meus irmãos, foi a mim que o fizestes!” (Mt 25, 40). No advento lembramos a segunda vinda do Senhor. Ele há de voltar e quer nos encontrar como bons samaritanos, cuidando do anúncio da Palavra, dos pobres e da comunidade. Evangelizar: eis a nossa missão. Evangelizar é cuidar! Eis o nosso compromisso e empenho. Evangelizar com o coração solidário é contribuir com toda ação evangelizadora da Igreja do Brasil. Padre Patriky Samuel Batista, Secretário executivo para as Campanhas CNBB

O post Campanha Nacional de Evangelização 2019 é nesse domingo apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Pascom Brasil esclarece dúvidas sobre uso de nova identidade visual

Quem acessou o site da Pascom Brasil hoje, dia 6 de dezembro pela manhã, se deparou com uma entrevista do coordenador Geral da Pascom Brasil, Marcus Tullius, que esclareceu uma das dúvidas mais frequentes dos nossos pasconeiros, que é sobre a identidade visual da Pascom. Marcus Tullius é Coordenador Geral da Pascom Brasil desde 2018. Licenciado em Filosofia, bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda, pós-graduando em Influência Digital: Conteúdo e Estratégia. Diretor de programas e apresentador na TV Pai Eterno, assessora encontros e cursos nas áreas de comunicação e liturgia. Para ele, a coordenação nacional da Pascom faz a proposta e orienta, na fraternidade e na caridade, para que todas as instâncias utilizem. E deixa um canal aberto para os pasconeiros sanarem suas dúvidas. Eis a íntegra da entrevista: – Coordenador, eu preciso fazer a marca da minha paróquia ou comunidade igual à da Pascom Brasil? E a minha diocese, também precisa aderir à marca? Responder sim ou não me parece insuficiente, então vamos fazer um caminho de entendimento da nossa identidade visual. Quando uma marca é criada, o primeiro objetivo é fazer com que aquela instituição seja reconhecida por todos. Perceba: os produtos que você consome com maior frequência, seja o refrigerante ou suco que você toma, o celular, a rede de fast-foods, o banco… enfim, tudo o que está à sua volta é reconhecido por uma marca. Isso faz com que ela seja identificada com facilidade, em qualquer lugar, que seja reconhecida por seus consumidores. – Mas e aí, coordenador, eu preciso ou não aderir à marca? Antes de responder à sua pergunta, é preciso entender que a identidade visual de uma organização é um dos seus principais patrimônios. Com seu uso sistemático, são transmitidos, visualmente, os valores da instituição, o que possibilita o reconhecimento e adesão pelo seu público. A nova identidade visual da Pascom surgiu como apelo de agentes e coordenadores espalhados por todo o Brasil, pela necessidade de ter “padronizado” um logotipo para a pastoral. Dado a esse contexto, e à diversidade de marcas existentes, foi criada uma comissão de coordenadores regionais, que levantou elementos importantes que não poderiam faltar à marca. Assim, foi dada a largada para o processo de criação e o lançamento, no início de 2019. – Tá, coordenador, mas eu já tenho uma marca. Eu posso continuar com ela? Diversas pastorais e movimentos – Renovação Carismática Católica, Pastoral Familiar, Pastoral da Criança, Pastoral da Juventude – possuem uma marca consolidada e todos os grupos fazem a aplicação nas mais diversas instâncias (regional, diocesana, paroquial e comunitária). A implantação da identidade visual, recorrendo ao uso correto das normas, ajudará a fortalecer e fixar a imagem da Pascom. Ignorar estes princípios poderá causar danos à identidade. Foi para isso que nós criamos uma identidade visual: para fortalecer a Pastoral da Comunicação em todos os lugares, e para que assim, ela possa ser consolidada e reconhecida com mais facilidade. – E aí, pode ou não pode? Para viver a unidade e corresponder às expectativas de uma marca, nós aconselhamos que em todas as instâncias, a Pascom utilize a nova identidade visual. Para isso, recomendamos a leitura atenta do manual de identidade para a aplicação correta de todos os elementos. Você pode baixar tanto o manual, como os demais elementos aqui. No manual estão exemplos de aplicação em regional, diocese, paróquia e comunidade. É importante utilizar a tipografia padrão – com a fonte principal e auxiliar, bem como as cores institucionais, para que não haja nenhum tipo de adulteração. Caso você não tenha as fontes instaladas em seu computador, nós disponibilizamos os arquivos para você baixar. No manual, você também encontrará as proibições, com exemplos de aplicações que não devem ser feitas, pois ferirão os princípios de identidade. – Então, coordenador, eu tenho que mudar a marca que já tenho? Um processo de comunicação bem construído é feito no diálogo e sem imposição. A coordenação nacional da Pascom faz a proposta e orienta, na fraternidade e na caridade, que todas as instâncias utilizem. Neste curto tempo de uso, já tivemos exemplos importantes de dioceses que abriram mão de sua identidade já consolidada, como a Arquidiocese de São Salvador da Bahia, para aderir à nova marca da Pascom. Quaisquer dúvidas que você tenha, procure o coordenador do seu Regional, ou então me escreva, que estarei aqui para sanar sua dúvida. O meu e-mail é coordenador@pascombrasil.com.br. Por João Dias com informações de Marcus Tullius Fotos: pascombrasil.com.br

O post Pascom Brasil esclarece dúvidas sobre uso de nova identidade visual apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

“Bendita entre todas as mulheres” – Solenidade da Imaculada Conceição

Maria Santíssima, aquela que é toda pura, preservada do pecado original, Nossa Senhora Imaculada Conceição. Uma festa valiosa, dia de preceito, quando se volta o olhar para contemplar a Bendita entre todas as mulheres. Este dogma da Igreja foi proclamado pelo Papa Pio IX, no dia 08 de dezembro de 1854. “Maria foi imune de toda mancha da culpa original desde o primeiro instante de sua concepção, em vista dos méritos de Cristo” (Bula “Ineffabilis Deus”). A festa não existia, oficialmente, no calendário da Igreja. Os estudos e discussões teológicos avançaram através dos tempos, sem um consenso positivo. Quem resolveu a questão foi um frade franciscano escocês, grande doutor em teologia, chamado Bem-Aventurado João Duns Scoto, que morreu em 1308. Na linha de pensamento de São Francisco de Assis, ele defendeu a Conceição Imaculada de Maria, como início do projeto central de Deus: o nascimento do Seu Filho feito homem, para a redenção da humanidade. Transcorrido um longo tempo, a festa acabou sendo incluída no calendário romano, em 1476. Em 1570, foi confirmada e formalizada pelo Papa Pio V, na publicação do novo ofício e, finalmente, no século XVIII, o Papa Clemente XI tornou-a obrigatória para toda a cristandade. Em 1858, a própria Senhora  confirmava essa verdade, aparecendo a Bernadete, na cidade francesa de Lourdes: “Eu sou a Imaculada Conceição”. No dia 08 de dezembro, a Solenidade de Nossa Senhora Imaculada Conceição, a mais elevada e preciosa na Igreja, será comemorada em diversas paróquias da  Arquidiocese de Niterói. Acompanhe as programações de cada vicariato.   Vicariato São Gonçalo   Paróquia Nossa Sra. Imaculada Conceição – Engenho Pequeno 8h – Santo Rosário  e Ofício da Imaculada Conceição 10h – Santa Missa 12h – Almoço festivo (R$15,00) 17h30 – Solene procissão, saída da Rua Ciro Costa, em direção à Paróquia. Após Missa Solene e coroação de Nossa Sra. da Conceição. Rua João Frederico Couto, 25, Engenho Pequeno, São Gonçalo.   Quase Paróquia Nossa Sra. Imaculada Conceição – Porto Novo 07h30, 10h e 18h – Santa Missa 15h – Terço da Misericórdia 17h30 Procissão pelas ruas do Porto Novo. Rua Maria Quitéria, 01, Porto Novo , São Gonçalo * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * Vicariato Alcântara   Paróquia Nossa Sra. Imaculada Conceição e Santa Isabel – Santa Isabel 06h30 – Alvorada 07h –  Missa 08h30 –  Ofício da Imaculada 09h30–  Procissão e Missa Solene 12h- Almoço Festivo 14h – Show de prêmios 18h – Oração das vésperas, com coroação de Nossa Senhora. 19h –  Missa Solene Estrada do Cordeiro, s/n Santa Isabel, São Gonçalo.   Paróquia Nossa Sra. Imaculada Conceição – Pachecos 6h – Alvorada 8h – Santa Missa 10h – Santa Missa em comemoração pelos 41 anos de Ordenação Sacerdotal de Mons. Alceste. 12h– Oração do Ângelus com bênção 17h30 – Procissão, Santa Missa e queima de fogos. Estrada do Pacheco, 756, Pacheco,  São Gonçalo * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * Vicariato Rural  Paróquia Nossa Sra. Imaculada Conceição -Porto das Caixas 6h – Alvorada 7h30, 9h30 e 11h30 – Santa Missa 12h – Almoço 15h – Festival de prêmios 18h- Procissão 19h- Missa Solene 21h- Show Vicariato Niterói Paróquia Nossa Sra. Imaculada Conceição –  Ilha da Conceição 8 , 11h e 17h – Celebrações da Missa 18h – Procissão e festejos externos Arquiconfraria Nossa Sra. Imaculada Conceição ( Rua da Conceição) 8h, 10h, 12h, 16h e 18h – Celebrações da Missa Após a missa saída da procissão e festejos externos   * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * Vicariato Lagos   Paróquia Nossa Sra. Imaculada Conceição, Centro , Iguaba Grande 9h- Santa Missa 17h- Procissão e após Santa Missa. Festejos externos  e louvor.    Por Íngrid Bianchini  

O post “Bendita entre todas as mulheres” – Solenidade da Imaculada Conceição apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Comunidade realiza Vigília de Fim de Ano em preparação para o novo ano

A comunidade católica Divina Luz promove mais uma edição da Vigília de Fim de ano, na missão do Fonseca, em Niterói. Será uma noite de clamor pelo novo ano que se aproxima. As vigílias, realizadas desde 2006, contam sempre com a presença de sacerdotes da Arquidiocese de Niterói. Neste ano, o Pe. Sérgio Luis, da Paróquia Nossa Sra. De Fátima, de Manilha, estará presidindo a Santa Missa hoje dia 6 de dezembro. Com início às 21 horas, a programação conta com louvor, pregação, Adoração e Santa Missa. Também estarão presentes o Diácono Márcio e o Fundador da comunidade, Ramildo Silva. “O objetivo é realmente se colocar em grande louvor a Deus. Quantas madrugadas são perdidas, quantas pessoas se perdem virando a noite em baladas e em tantos outros lugares. Como diz o nosso fundador, “o Senhor nos desafia a passar uma noite inteira em louvor, uma noite para edificação da alma!” E independente das dificuldades e tribulação que tenhamos passado neste ano, a vigília será um momento de clamor pelo ano de 2020, um ano de promessas! Se creres verás a glória de Deus (Jo 11, 40)” conclui Clara Nery, missionária da comunidade.  A casa de missão fica localizada na Alameda São Boaventura, 1068, Fonseca, Niterói/RJ. Outras informações, acesse  comunidadedivinaluz.com ou entre em contato pelo tel.: (21) 2628-3480 e WhatsApp (21) 9.6712-6449. A comunidade e suas casas de missão A Comunidade Católica Divina Luz é uma nova comunidade de aliança, sediada em Niterói/RJ qu por meio de grupos de oração, exerce seu carisma de “Resgatar almas da morte espiritual pela pregação da palavra de Deus”. Carisma este, que foi inspirado no coração do nosso fundador, Ramildo Silva, através do versículo do Evangelho de São João: “Se creres, verás a glória de Deus” (Jo 11,40). A divina luz, que entrou no sepulcro e retirou Lázaro da morte, trazendo-o de volta à vida, é também a luz que nos ilumina e nos ressuscita todos os dias. Deus quer nos dar uma vida nova. Sede Icaraí – Rua João Pessoa, 357 – Jardim Icaraí – Niterói/RJ Tel.: (21) 2611-2553 (segunda à sexta – expediente de 13h às 21h Casa missionária Fonseca – Alameda São Boaventura, 1068 – Fonseca – Niterói/RJ Tel.: (21) 2626-3480 (segunda à sexta – expediente de 13h às 21h). Casa missionária Paraíso – Rua Com. Ari Parreiras, 1944 – Paraíso – São Gonçalo/RJ Tel.: (21) 2606-1497 (segunda à quinta, de 18h às 21h) Casa missionária Cachoeiras – Rua Oswaldo Aranha, 351 – Campo do Prado – Cachoeiras de Macacu/RJ Tel.: (21) 2649- 4660 (terça – de 14h às 21h) Missão Itaboraí (Capela Nossa Sra. De Nazaré) Rua Alacrino Antunes, 254 – Nova Cidade – Itaboraí/RJ Missão Manilha (Capela de Santo Expedito) – Rua G, Lote 05, Quadra 21 – Outeiro das Pedras – Itaboraí/RJ Missão Itaipuaçu (Capela de Santa Rita de Cássia) – Rua 89 (Esquina com a 36) – Jardim Atlântico – Itaipuaçu/RJ Missão Santa Bárbara (Capela Imaculada Conceição) – Rua José Pureza, 756 – Santa Bárbara – Niterói/RJ   Por Íngrid Biachini Foto e arte: Comunidade Divina Luz

O post Comunidade realiza Vigília de Fim de Ano em preparação para o novo ano apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

SECOM divulga programação especial de Natal e Ano Novo

O Setor de Comunicação da Arquidiocese de Niterói divulgou a programação especial de Natal e Ano Novo, da Rede ArqNit e Rádio Anunciadora. A equipe do SECOM preparou uma programação especial, destacando-se, no dia 24 de dezembro, a transmissão da Santa Missa, às 20h, diretamente da Catedral de São João Batista, sob a presidência do Arcebispo de Niterói, Dom José Francisco. Confira abaixo a grade de programação: PROGRAMAÇÃO DE NATAL TERÇA-FEIRA (24/12) 20h – Missa, ao vivo, da Catedral, e também pelas Redes Sociais da Arquidiocese Após a Missa – Especial de NATAL na Rádio Anunciadora QUARTA-FEIRA (25/12) 00h – Oração do Ângelus 00h02 – Programação Especial com Música Católica 10h – Programa Experiência de Deus 11h – Programação Musical – Especial de Natal 12h – Oração do Ângelus 12h05 – O Melhor da Programação -Especial 13h – Programação Musical 18h – Oração do Ângelus 18h05 – Programação Musical PROGRAMAÇÃO DE ANO NOVO TERÇA-FEIRA (31/12) 20h – Missa, ao vivo, da Catedral, e também pelas Redes Sociais da Arquidiocese Após a Missa – Especial de Ano Novo, com muito louvor, na Rádio Anunciadora QUARTA-FEIRA (01/01) 00h – Acolhendo o Novo Ano 00h02 – Oração do Ângelus 00h05 – Programação Especial com Música Católica 10h – Programa Experiência de Deus 11h – Programação Musical – Especial de Ano Novo 12h – Oração do Ângelus 12h05 – O Melhor da Programação Especial 13h – Programação Musical 18h – Oração do Ângelus 18h05 – Programação Musical 20h – Programa No Trono da Graça – Especial 21h30 – Programação Musical Por João Dias Arte: Thiago Maia

O post SECOM divulga programação especial de Natal e Ano Novo apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Monsenhor Alceste comemora 41 anos de sacerdócio

No dia da Imaculada Conceição de Maria, 8 de dezembro do ano de 1978, o então Padre Alceste Martins, hoje monsenhor, era ordenado Sacerdote, por Dom José Gonçalves da Costa, Arcebispo de Niterói de 1975 a 1990. No dia 22 de dezembro de 2014, o Arcebispo Metropolitano de Niterói, Dom José Francisco, celebrou as Insígnias do Monsenhorato do Padre Alceste Martins.  Na ocasião, o Padre Elídio Robaina também recebeu o título em Santa Missa, na Catedral de São João Batista, no Centro de Niterói. Monsenhor é uma palavra que tem origem francesa e, em português, pode ser abreviada como Mons.. É um título eclesiástico honorífico, dado aos sacerdotes da Igreja Católica pelo Papa. Quem solicita é o bispo diocesano, mas apenas o Papa pode conferir o título. O Monsenhor não tem uma autoridade canônica maior que a de outro padre. Sendo assim, o monsenhor só se distingue de um padre comum pelo título. Para comemorar essa data especial, a celebração dos 41 anos de ordenação Sacerdotal do Monsenhor Alceste, na Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus e da Santa Face, em Rio do Ouro, São Gonçalo, haverá uma Santa Missa às 18h30. A organização pede para que levem 1kg de alimento, que será colocado na árvore de Natal, com objetivo de ajudar os irmãos necessitados. A paróquia fica Rodovia Amaral Peixoto, Km 7, s/n, Rio do Ouro, São Gonçalo. Por João Dias Arte: divulgação

O post Monsenhor Alceste comemora 41 anos de sacerdócio apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Arcebispo fala sobre Carta Apostólica ADMIRABILE SIGNUM

O Arcebispo de Niterói, Dom José Francisco, em sua coluna semanal para os jornais de Niterói, destacou a Carta Apostólica ADMIRABILE SIGNUM do Santo Padre o Papa Francisco. Eis o artigo do dia 4 de dezembro: O PRESÉPIO DE SÃO FRANCISCO Nesse domingo, 1º de dezembro, em Gréccio, na Itália, o Papa Francisco assinou a Carta Apostólica ADMIRABILE SIGNUM, sobre o significado e valor do presépio. Como foi televisionada, espero que muitos tenham tido a experiência única de estar, de alguma forma, na mesma igreja onde São Francisco de Assis traduziu em imagens, pela primeira vez, a cena do presépio. Era Francisco na casa de Francisco. Diz o Papa que foi na cidade de Gréccio, em que  se deteve São Francisco, provavelmente, quando vinha de Roma, onde recebera do Papa a aprovação da Regra da Ordem dos franciscanos. São Francisco já havia estado na Terra Santa, e aquelas grutas lembravam-lhe a paisagem de Belém. É possível também que, em Roma, o Pobre de Assis tenha ficado encantado com os mosaicos da Basílica de Santa Maria Maior, que representavam o nascimento de Jesus. Conta-se que foi assim. Quinze dias antes do Natal, Francisco de Assis chamou um homem daquela terra para pedir-lhe que o ajudasse a concretizar um desejo: representar o Menino nascido em Belém. Mal acabara de ouvi-lo, o amigo foi preparar, no lugar designado, tudo o que fosse necessário. No dia 25 de dezembro, muitos frades, homens e mulheres da região chegaram a Gréccio, trazendo flores e tochas para iluminar a noite santa. Ao chegar, encontraram a manjedoura com palha, o boi e o burro. Vendo o presépio, as pessoas manifestaram uma alegria indescritível, como nunca tinham sentido antes. Um sacerdote celebrou, solenemente, a Eucaristia sobre a manjedoura. Em Gréccio, naquela ocasião, não havia figuras: o Presépio foi formado e vivido pelos que estavam presentes. Que história maravilhosa! Se ouvi-la já nos emociona, imaginem o que viveram as pessoas que lá estiveram, em 1223, 796 anos atrás. Semana que vem, volto ao tema. + Dom José Francisco Arcebispo Metropolitano de Niterói Leia a íntegra da carta do Papa Francisco aqui.

O post Arcebispo fala sobre Carta Apostólica ADMIRABILE SIGNUM apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Setor Juventude para o “Christus Vivit” no Vicariato Rural

Em comunhão com a Exortação Apostólica Pós-Sinodal “Christus Vivit, aos jovens e a todo o povo de Deus”, o Setor Juventude da Paróquia de São João Batista, Itaboraí, Vicariato Rural, realiza nos dias 14 e 15 de dezembro o Retiro “Christus  Vivit”. “Foi uma recomendação do Pároco Pe. Max, fazer uma formação sobre o documento pós-sinodal, já que a igreja estava reunida, olhando para a realidade da juventude; então, nada mais justo do que nós, jovens, nos reunirmos para acolher o que a igreja preparou para nós,” informou o Setor da Juventude. A moção do encontro é “Cristo vive: Ele é a esperança para a juventude e nos chama a viver uma vida plena. Cristo vive e te quer vivo.” Durante os dois dias, os jovens participarão de palestras, com base nos capítulos da Exortação Apostólica com pregações e partilhas. A exemplo do Capítulo VIII – A Vocação, no qual o Papa Francisco afirma, no documento, que a vocação não é apenas uma decisão, mas que o sentido da vida “é reconhecer o fim para o que fui feito, o objetivo da minha passagem por esta terra, o plano do Senhor para a minha vida.” O Setor Juventude de Itaboraí tem como expectativa que os jovens entendam que esse período da vida, com todos os conflitos e adversidades, também é um momento de chamado à santidade, um dom de Deus.  Voltado para jovens de 15 a 29 anos, o encontro será na Casa de Formação São Paulo da Cruz, Picos, Itaboraí. As inscrições podem ser feitas na Secretaria Paroquial e, para mais informações, entre em contato com Gabriel (21) 9.9560-3701, Mayara (21) 9.7122-7826 ou Natália (21) 9.9775-2451. CRISTO VIVE: é Ele a nossa esperança e a mais bela juventude deste mundo! Tudo o que toca torna-se jovem, fica novo, enche-se de vida. Por isso, as primeiras palavras, que quero dirigir a cada jovem cristão, são estas: Ele vive e quer-te vivo! (Papa Francisco) Por Íngrid Bianchini Arte: divulgação

O post Setor Juventude para o “Christus Vivit” no Vicariato Rural apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »

Formação para novos agentes da Pastoral da AIDS acontece em Niterói

A Coordenação Arquidiocesana da Pastoral da Aids realiza, no dia 14 de dezembro, a Capacitação para novos Agentes, seguindo o Planejamento do Plano Pastoral e da Secretaria Nacional da Pastoral. O Encontro ocorrerá na Paróquia Sagrados Corações, na Praça Camilo Pereira Carneiro, 176, Ponta da Areia. Informações pelo telefone (21) 2622-3133. O encontro terá início às 13h, encerrando-se às 17h. A AIDS é uma realidade que está muito próxima de nós.  Devemos acolher, amar e estender as mãos para o Portador do HIV, pois seu maior sofrimento não é a doença, mas o PRECONCEITO de nossa sociedade. A inscrição no evento tem o custo de 10 reais, com  lanche. Informações sobre inscrições no e-mail: isagradoscoracoes@globo.com ou pelos telefones (21) 2622-3133 ou (21) 99580-2459. Por João Dias com informações da Pastoral da AIDS Arte: Logo da Pastoral

O post Formação para novos agentes da Pastoral da AIDS acontece em Niterói apareceu primeiro em Arquidiocese de Niterói.

Leia Mais »